quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Ecoprofetas 2014 apresenta projeto inovador para coleta de resíduos

O coordenador do Projeto Ecoprofetas, irmão Antônio Cechin, pretende implantar até o final de 2014, em Porto Alegre, o projeto piloto utilizando triciclos feitos de materiais leves com caixas acopladas, como alternativa para a coleta de materiais recicláveis. Um projeto piloto com 20 mulheres atenderá o entorno da Arena do Grêmio, coletando resíduos e óleo de cozinha.






O projeto é uma alternativa para substituir as carroças em Porto Alegre, que devem ser retiradas de circulação até 2016. Cechin ressalta que já foram disponibilizados recursos para os seis primeiros triciclos,  dentro da compra de equipamentos prevista no Projeto Ecoprofetas, e serão veículos aprimorados do protótipo desenvolvido por estudantes da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, de Novo Hamburgo, a partir de uma bicicleta doada e telas de metal. o projeto buscará recursos públicos ou privados para a fabricação dos triciclos em maior escala. “Um grupo de 20 mulheres, da Associação de Mulheres em Luta (Anitas) atenderá diariamente a Vila Farrapos, trecho do Bairro Navegantes e entorno da Arena do Grêmio, neste piloto”, destaca. “É um absurdo retirar resíduos sólidos na Arena, separando apenas em Ipanema. Tendo que atravessar a cidade. E com carrinhos teremos um salto de qualidade. Haverá mais limpeza”, enfatiza Irmão. 

Conforme Cechin, o triciclo possibilitará que as mulheres possam ir de casa em casa, fazendo alfabetização ecológica e uma ascensão social. “As mulheres são detalhistas, muito sensíveis com a coleta de resíduos. E também ganharão na relação com outras mulheres, nas residências e nos comércios. E o triciclo cuida da natureza e é um veículo de transporte sadio devido à prática de exercícios”, afirma. “Faremos um trabalho formiguinha”, completa. O processo de produção dos seis triciclos está na fase de escolha dos fornecedores e até o mês de dezembro ocorrerá o início do projeto piloto em Porto Alegre.