segunda-feira, 27 de julho de 2015

Livro Oitavo Povo das Missões – Além da Reciclagem (no feminino) e o vídeo Memória, Afeto e Reciclagem serão lançados em Canoas dia 8 de agosto

A Associação Caminho das Águas, através do Projeto Caminho das Águas, com patrocínio do Programa Petrobras Socioambiental, lança a obra Oitavo povo das missões – Além da reciclagem (no feminino), composta de dois volumes, e o vídeo Memória, Afeto e Reciclagem. O evento ocorre no dia 8 de agosto, às 10h, na sede da Cooperativa de Reciclagem de Lixo Amigas Solidárias (COOARLAS), localizada na Rua Bela Vista n°14, Parque São José, Bairro Guajuviras, Canoas.
O livro Oitavo Povo das Missões – Além da Reciclagem (no feminino), Libretos Editora, conta um pouco da origem e da trajetória da catação e reciclagem de resíduos sólidos no Estado do Rio Grande do Sul”, diz Yolanda De Antoni, coordenadora administrativa do Projeto Caminho das Águas. O primeiro volume, organizado pelos pioneiros da reciclagem no Estado, Matilde Cecchin e Antonio Cecchin, é um álbum-documentário. Totalmente ilustrado, foi editado de forma acessível e popular. O volume 2, organizado pelo Grupo Ecomulheres, traz a história da reciclagem por meio de textos assinados por protagonistas no desenvolvimento da reciclagem no Rio Grande do Sul.

Memória, Afeto e Reciclagem – o vídeo apresenta um olhar feminino sobre uma atividade desenvolvida basicamente por mulheres, que engloba o modo como o ser humano se relaciona com o meio ambiente, com o consumo, com o ciclo da vida, com o ciclo do lixo. Gravado em maio de 2015, o filme tem direção de Felipe Diniz e produção da Casa de Cinema de Porto Alegre.“Graças à Petrobras – como empresa de todos os brasileiros – e o Programa Petrobras Socioambiental, hoje podemos ter acesso ao registro de uma caminhada de mais de trinta anos, em um conjunto de dois volumes e vídeo: um livro-texto e um álbum-documentário”, acrescenta Yolanda.  

Canoas – As cooperativas de Canoas Renascer e COOARLAS (Guajuviras), COOPCAMATE (Mathias Velho), juntamente com as canoenses Maria Senilda de Oliveira (ex-recicladora e educadora social), Beatriz Aguiar (recicladora), Michele Ferreira dos Santos (recicladora) e Thais Manini (educadora social) participam das obras