Sobre

Quem somos

A Associação Caminho das Águas realiza o Projeto EcoProfetas com o patrocínio da Petrobras - Governo Federal do Brasil.







Conheça a instituição e a equipe de trabalho

Associação Caminho das Águas

A ASSOCIAÇÃO CAMINHO DAS ÁGUAS, fundada no dia 13 de maio de 1994, com sede em Porto Alegre, desenvolve trabalhos sociais usando o método participativo Ver-Julgar-Agir para transformar vidas e promover a organização de coletivos sociais. E o método de educação utilizado é a Pedagogia do Oprimido, de Paulo Freire.Sua atuação se baseia nas experiências de organização e implantação de Centros de Educação Ambiental, associações, grupos cooperativados de catadores/recicladores do advogado, professor e militante social Antônio Cecchin e seus colaboradores. 

Irmão Antônio Cecchin

Nascido em 17/06/1927, em Santa Maria, tornou-se Irmão Marista em 1944. Em conseqüência de seu comprometimento com a liberdade e a vida, foi perseguido, preso e torturado pela ditadura militar entre 1968 e 1972. No início da década de 70, foi pioneiro, com outros religiosos, na atuação junto aos pobres na periferia de Canoas, onde nasceram as Comunidades Eclesiais de Base. E suas experiências de pastoral serviram de base para a Teologia da Libertação. Ajudou a criar o COM, o CEBI, o CECA, a CPT e o MST. Buscou na experiência e simbologia de Sepé Tiaraju e do povo guarani uma mística de luta para os movimentos sociais e populares. Também colaborou para a criação do Partido dos Trabalhadores. Começou a trabalhar nas Ilhas do Guaíba, no Delta do Jacuí, quando se aproximava dos 60 anos de idade. Com sua presença solidária e fraterna junto aos pobres das Ilhas segue organizando os catadores e desse trabalho emerge uma mística de luta ecológica que culmina com o Projeto Ecoprofetas, desenvolvido pela Associação Caminho das Águas, da qual é presidente. Formação: Bacharel e Licenciado em Letras Clássicas (Latim, Grego e Português); Bacharel em Ciências Jurídicas (advocacia); Cursos de especialização no exterior: Economia e Humanismo no IRFED com Jacques Lebret e Catequese no Instituto Superior de Pastoral Catequética (ambos na cidade de Paris). Experiências: Vida religiosa Marista; Professor em colégios (segundo grau); Diretor de escolas; Secretário da Faculdade de Filosofia da PUCRGS; Formação de Catequistas da libertação (método Paulo Freire); Movimentos juvenis; Movimentos Populares (MST e Catadores).

Coordenação do Projeto Ecoprofetas

Coordenação Geral
Irmão Antônio Cecchin.

Coordenação Pedagógica
Roque Grazziola - Mestrado em Educação (UFRGS, FACED) Linha de Pesquisa: Trabalho, Educação e Movimentos Sociais. Especialização em Educação Popular: Gestão em Movimentos Sociais (Instituto Superior de Educação Ivoti e Instituto de Desenvolvimento Social Brava Gente, 2008 – 2010). Licenciatura em Filosofia (Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, Viamão/RS, 2003). Tem como experiências profissionais: como Educador Social do Centro de Referência em Assistência Social, Serviço de Abordagem Social de Rua, Média e Alta complexidade, Porto Alegre, 2011–2012; como Coordenador Administrativo da Cooperativa Sócio Ambiental Francisco de Assis, 2007-2012; como Secretário Geral da Fundação Solidariedade de Formação e Capacitação de Trabalhadores, 2005-2009;e como Educador Popular da Fundação Solidariedade de Formação e Capacitação de Trabalhadores, de 2000 – 2004 e de 2007 – 2010 com as Disciplinas de Cidadania e Direitos Humanos, Educação Popular e Movimentos Sociais.

Coordenação Administrativa e Financeira
Yolanda de Antoni, com curso superior incompleto em Ciências Jurídicas. No ano de 1992, mudei minha trajetória, diante do direito alternativo. Decidi que precisava dar um novo rumo na minha caminhada...que não era possível ignorar o mundo ao meu redor, que não era possível ver tantas injustiças acontecendo e eu continuando a ignorá-las. Então, me aceitei como "uma partilhadora de conhecimentos populares", como se diz hoje, uma educadora popular. Trabalho como voluntária na Pastoral da Criança, há mais de 10 anos, sendo líder comunitária da região da Lomba do Pinheiro, multiplicadora do estado, da ação de segurança alimentar (alimentação e hortas caseiras), capacitadora do Guia de Líder, coordenadora da área Azenha, que engloba 11 paróquias e suas lideranças. Tenho formação básica em ervas e plantas medicinais de uso popular do Centro Educacional São Camilo/Sul, da Emater/RS, da Semana de Alimentação da PROEX/PUC/RS. Exerci, voluntáriamente, a função de multiplicadora (oficineira) de Alimentação para Idosos no Centro de Convivência Santa Clara (dos Capuchinhos/Paróquia Santo Antonio) por mais de 5 anos e, também, no SESC/Gravataí para o Grupo da Melhor Idade. Fiz diversas oficinas, multiplicando saberes, na Escola Frei Pacífico, no Forum de Educação de Gravatai, em Feiras Orgânicas de Gravatai e Cachoeirinha, na Escola Jardim do Bosque de Cachoeirinha, no Assentamento de Sepé/Viamão, na 28a. CRE/SEC, nas escolas estaduais de Alvorada, Gravataí, Viamão. Participante da Pastoral da Ecologia/CNBB e Pastoral da Saúde (Alternativa/Preventiva). Desde então, nunca mais me vi só no mundo. Meus mestres, que estão sempre comigo: RAFINHA (Maria de Lourdes Duarte)/Medicina Chinesa; VAL KINUPP (Valderly Kinupp)/Plantas Comestíveis Expontaneas do Brasil; ANA BRANCO/Alimento Vivo/Bio Chip; CLARA BRANDÃO/Multimistura de Alimentos; JOSÉ LUTZEMBERGER/Ecologia; INGRID B. BARROS/Plantas Medicinais.

Equipe do Projeto Ecoprofetas

Educadores Sociais

Juramar Vargas. Nascido em 1961, em Jaguari – RS. Formação: Formei-me no Ensino Médio em 2006, no Colégio José Cândido Godói, em Porto Alegre. Sua primeira formação profissional foi de padeiro. Trabalhou no comércio e na saúde: Hospitais Santa Casa e Clínicas. Atuação: Pastoral Operária - RS e Pastoral da Ecologia. É uma reconhecida liderança das ilhas da capital na luta pelo Social-Ambiental.

Paulo Roberto Pereira Machado. Idade 59 anos, natural de Rio Grande/RS. Reside em Canoas. Bacharel em Ciências Contábeis – PUC/RS. Atuou no grupo Petropar – Supervisor de custos – Forjas Taurus – Assistente de custos. E foi professor de Informática – SENAC-RS.

Maria Senilda Santos de Oliveira. Idade 47 anos, natural de Redentora/RS. Formação: Pedagogia Ulbra/RS. Pós-graduação em educação social (em formação) no Instituto Brava Gente. Coordenadora do Projeto LerArte - Canoas. Atuou como agente de mobilização na Prefeitura Municipal de Canoas (2010/14). Assessora Parlamentar na Câmara de Vereadores de Canoas (2008/09).

Vânia Pierozan. Idade 38 anos, natural de Serafina Corrêa/RS. Formação: graduada em Design Gráfico. Pós-graduação em Educação Biocêntrica (UFPEL) e está em formação no curso de Educação Popular (Instituto Brava Gente). Atuou como educadora no Projeto Mulheres da Paz - com enfrentamento à violência. No Projeto Protejo - com inclusão digital. Participa do Coletivo Cidades Germináveis (Porto Alegre) e de oficinas de arte educação com materiais recicláveis.

Izadora Flores Rech. Idade 22 anos. Natural de Porto Alegre. Formação em Gestão Ambiental pelo IFRS. Atuou na áres de resíduos sólidos da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Guaíba.


José Luiz Cardoso. Idade 54 anos. Natural de Porto Alegre. Formação em Administração de Empresas PUC/RS e Gestão Ambiental (Unopar). Bancário por 28 anos e empresário do ramo de informática. Foi educador popular na área de informática na Fundação Solidariedade (Porto Alegre) e é membro da Associação Caminho das Águas.

Sistematização
Stela Pieve. Idade 33 anos. Natural de Jacareí/SP. Graduação em Biologia (Bacharelado e Licenciatura) pela UFPEL. Mestre em Desenvolvimento Rural (PGDR/UFRGS) e doutora em Antropologia Social (PPGAS/UFRGS). Professora da Rede Estadual/RS e possui experiência em relatórios técnicos de levantamento etnográfico de patrimônio imaterial e assessoria junto a grupos de recicladores pela Associação Caminho das Águas.

Grupo de voluntários
Matilde Cechin, Rômulo Kaiser Dias, engenheiro Darcy Bianco

Assessoria de Comunicação
Maria Suziane Gutbier - Mestre em Comunicação Social e graduada em Publicidade e Propaganda (Unisinos). Educadora Social e Assessora de Comunicação do programa Catavida de gestão social de resíduos sólidos em Novo Hamburgo - RS (2010 a 2012). Militante social do Movimento de Economia Solidária, atualmente coordena o Fórum Municipal de Economia Solidária de Novo Hamburgo.

João Ricardo Boardman - Graduado em jornalismo (Unisinos). Especialista em Comunicação em Saúde (Unisinos/ Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul). Atuou em assessorias de Comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Câmara federal e Prefeitura Municipal de São Leopoldo.

Help Agência de Comunicação - Fundada em 2008. Oferece serviços de publicidade, web e audiovisual. Localizada em São Leopoldo.